Goiás

Saldo de empregos formais em Goiás cresce 68,5% na comparação com 2020

0

O saldo de empregos formais de agosto de 2021, em comparação com igual período do ano passado, cresceu 68,5% em Goiás. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia.

O levantamento mostra que foram 11.667 empregos com carteiras de trabalho assinadas contra 6.914 no saldo de agosto do ano passado.

No acumulado de janeiro a agosto de 2021, Goiás registrou saldo de 100.978 novos empregos, resultado de 469.706 admissões diante de 368.728 desligamentos.

 

“O objetivo é atender a demanda da população com um governo que rompe as desigualdades regionais ao criar alternativas de emprego”, reforçou o governador Ronaldo Caiado.

O dado mantém Goiás na liderança absoluta de vagas formais na região Centro-Oeste, com 51% à frente do segundo colocado, Mato Grosso, que acumula 66.817 empregos com carteira assinada, no mesmo período. Em seguida, aparecem Distrito Federal (41.143) e Mato Grosso do Sul (30.032).

Geração de empregos no acumulado do ano em Goiás

Em relação ao acumulado do ano, de janeiro a agosto de 2021, Goiás ocupa a sétima posição. As mais de 100 mil vagas ficam atrás apenas de São Paulo (704,2 mil) Minas Gerais (261,6), Santa Catarina (158,9), Paraná (153,7), Rio Grande do Sul (118,8) e Rio de Janeiro (101,0), das regiões Sul e Sudeste do País.

(Total de Visitas 3 , 1 visitantes hoje)

Bombeiros de Anápolis encontram corpo de homem que morreu afogado na zona rural de Corumbá

Previous article

Renovação de CNH vencida entre maio e julho de 2020 vai até quinta (30), diz Detran-GO

Next article

Comments

Comments are closed.