Foram registradas em Goiás, nas últimas 24 horas, 65 mortes e 498 casos de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Os dados constam no boletim epidemiológico desta sexta-feira (17/7), com base em dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO).

Com os novos casos, o estado soma 40.725 infectados pela doença, distribuídos em 230 municípios goianos. Do total de casos, conforme o relatório, 12.496 pessoas já estão recuperadas. Além disso, Goiás investiga 98.701 casos suspeitos e 43.350 já foram descartados.

Há 51 óbitos suspeitos que estão em investigação e outras 616 mortes suspeitas nos municípios goianos já foram descartadas. Também são confirmadas 1.051 mortes, o que representa uma taxa de letalidade de 2,58% em Goiás.

Mortes e casos de covid-19 em Goiás

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO, o boletim com as notificações da SES-GO foi informatizado e realiza o processamento dos dados a partir dos sistemas do Ministério da Saúde (e-SUS VE e Sivep Gripe).

Os números são dinâmicos e passíveis de mudanças após investigação mais detalhada de cada situação. Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilâncias Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais.

Para conferir os detalhes dos casos e óbitos confirmados, suspeitos e descartados, acesse o painel Covid-19 do Governo de Goiás por meio do link http://covid19.saude.go.gov.br/.

Profissionais de saúde contaminados com coronavírus

Em relação com o total de casos de covid-19 em Goiás, 5.7% são profissionais de saúde, destes, a maioria das infecções são de técnicos e auxiliares de enfermagem, com 2.5%. Em seguida estão os enfermeiros (1.0%), outros trabalhadores da saúde (0.9%), médicos (0.8%), trabalhadores administrativos da saúde (0.3%) e fisioterapeutas (0.2%).

A plataforma Covid-19, do governo estadual, ainda aponta o percentual de servidores contaminados em relação ao total de profissionais. Veja abaixo a relação:

  • Outros trabalhadores da saúde: 3.64%
  • Enfermeiros: 2.75%
  • Técnicos ou auxiliares de enfermagem: 2.34%
  • Médicos: 2.00%
  • Fisioterapeutas: 1.18%
(Total de Visitas 16 , 1 visitantes hoje)